Cursinho popular do Campus Soure realiza segundo simulado do Enem 2017

O cursinho popular do Campus Universitário da UFPA Marajó-Soure realizou, nos dias 21 e 22 de junho, o primeiro simulado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2017.  Ao todo, 40 alunos participaram da atividade que tem como principal objetivo preparar vestibulandos para o exame e oferecer experiência na docência para universitários do Campus Soure.

O projeto do cursinho popular é coordenado pelo professor, doutor Adriano Biancalana. Estudantes universitários de Letras-Inglês e Biologia lecionam disciplinas que são cobradas no Enem para jovens vestibulandos que não têm recursos para pagar por um cursinho privado.

O professor Adriano revelou como surgiu a ideia do projeto: “Sempre tive o desejo de implantar um curso pré-vestibular popular na UFPA, já que frequentei um curso desse e sei de sua importância para as populações mais carentes. Além disso, nossos alunos também precisavam de uma oportunidade real para desenvolver a prática docente e se preparar para o mercado de trabalho. Dessa forma, vi no cursinho um meio de favorecer esses dois grupos”, afirmou o professor.

O estudante de Biologia Helvio Junior é professor no projeto, ele destacou a importância do simulado para os vestibulandos: “O simulado ajuda os estudantes a identificarem a disciplina que eles têm mais dificuldade e a partir do resultado da avaliação eles podem se dedicar mais nas matérias em que as notas não foram satisfatórias”.

A aluna do cursinho popular, Gilmara Freitas quer prestar vestibular para enfermagem, para ela, o projeto já fez a diferença: “O ensino além de ser gratuito é muito bom. Eu tinha muita dificuldade em redação e língua portuguesa, hoje me sinto mais segura para responder questões de português ou escrever uma dissertação”.

O professor Adriano Biancalana destacou a importância do projeto para os acadêmicos: “Eles podem praticar e aprender a profissão de professor. Uma vivencia que a universidade ainda não é capaz de fornecer durante o curso regular. Os alunos que participam do projeto são muito mais seguros e preparados para desenvolver a atividade docente, pois trabalham como professores, desde preparo das aulas, simulados, reuniões e problemas relacionados à profissão e aos alunos” declarou o professor.

Projeto laboratório – Recentemente, o professor Adriano Biancalana teve um projeto aprovado pela Pró-reitoria de Ensino de Graduação (Proeg) para compra de microscópios para laboratórios. Cerca de 40 mil reais serão utilizados para compra de equipamentos que serão utilizados nas aulas práticas dos alunos da faculdade de Biologia.

Texto e Fotos: Giovane Silva – Ascom Campus Soure

---------------------------------------

Publicado em: 27.06.2017