Faculdade de Letras de Altamira lança edital para Especialização em Linguagem e Ensino

O Campus da UFPA em Altamira divulga o edital para a Especialização em Letras: Linguagem e Ensino. O curso Latu Sensu, de modalidade presencial, oferece 40 vagas (duas reservadas para a comunidade indígena) A especialização - primeira oferecida pela faculdade em 10 anos - pretende aprimorar profissionalmente os graduados em Letras (ou em outras Ciências Humanas), melhorando o ensino e a pesquisa nessa área, no campus. As inscrições vão de 6 até 10 de março.

Como se inscrever? ­– Para efetuar a inscrição na Secretaria da Faculdade de Letras Dalcídio Jurandir, os seguintes documentos devem ser entregues: Duas fotografias 3x4, diploma de conclusão do curso de graduação, histórico escolar, três cópias de Memorial Acadêmico e do Curriculum Lattes atualizado (com comprovações), assim como o formulário de inscrição (anexado ao fim do edital e disponível na Secretaria). O horário de atendimento é das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Processo Seletivo – A seleção dos candidatos é realizada em três etapas, que valem pontos: A análise do Memorial, avaliação do Curriculum Lattes e uma entrevista com uma banca composta por três docentes do curso. Para ser aprovado e classificado, é necessário obter a média final 5,0 (Conceito REG). Sendo que a média final é feita através da soma das notas em cada etapa, e dividido pelo número de fases.

Cronograma – As entrevistas serão realizadas na Secretaria da Faculdade de Letras em Altamira, de 16 a 22 de março, das 8h às 12 h e das 14h às 17h. No dia seguinte, ao fim das entrevistas, dia 23 de março, às 14h, serão publicados os resultados finais na Secretaria. Já as matrículas ocorrerão em 27 de março, das 8h às 12h e das 14h às 17h, nas dependências da Secretaria da Faculdade de Letras Dalcídio Jurandir. As aulas ocorrerão no turno noturno, às terças, quartas e quintas-feiras, a partir de 30 de março e durarão até agosto de 2018.

Ao se matricular, o aluno deverá apresentar os originais dos documentos: diploma de graduação plena, histórico escolar completo, CPF e identidade, para a certificação de autenticidade na coordenação do curso.

Linguagem e Ensino – O curso, coordenado pelo professor Sérgio Freire, visa à formação de profissionais dinâmicos, éticos, com responsabilidade social, educacional que satisfaçam o mercado de trabalho. “Nossa expectativa é incentivar a pesquisa científica voltada para as questões mais locais, fomentando, assim, maior desenvolvimento intelectual e educacional da própria sociedade em que o programa se insere. Além disso, esperamos contribuir para a formação continuada do profissional de ensino no sentido de proporcionar-lhe acesso a saberes mais amplos e acadêmicos, desejando uma educação que forme e transforme efetivamente o ser humano”, explica o coordenador.

Linhas de pesquisa - Para isso, irá aumentar a área de pesquisas dos alunos por meio de três linhas. A primeira, “Estudos Linguísticos e Ensino”, visa à elaboração de projetos de pesquisa que estudem características descritivas das línguas naturais ou ensinem os aspectos dessas línguas. “Estudos Literários e Ensino” é a linha que pretende elaborar projetos que estudem a Literatura relacionada com a sociedade e projetos que forneçam ferramentas aos professores da Educação Básica para o ensino da disciplina. A última linha de pesquisa é chamada de “Formação Docente: Linguagem vs. Identidade” e é composta de estudos sobre a formação do professor de linguagem, problematizando a prática docente e outras questões.

Pós-graduações – O curso, para a Faculdade de Letras Dalcídio Jurandir, além de um recomeço, é o primeiro de muitos que virão. “O Campus de Altamira trabalha buscando tornar realidade, para a sociedade local, a oferta de alguns cursos de graduação que, durante anos, foram apenas um sonho. O mesmo podemos dizer quanto aos cursos de pós-graduação. Dessa maneira, a "Especialização em Letras: Linguagem e Ensino" é parte de um projeto maior que desejamos paulatinamente implementar. Outros cursos de especialização virão; logo depois, planejamos mestrado e doutorado.”, afirma o professor Sérgio Freire.


Texto: Alice Palmeira – Assessoria de Comunicação da UFPA

Imagem: Divulgação


----------------------------------

Publicado em: 14.02.2017